Brasileiro destrói estátua de 300 anos em Lisboa tentando tirar foto

estatua-696x413

Esta acima é (ou “já era”) uma estátua barroca do século 18, exibida no Museu de Arte Antiga de Lisboa, em Portugal. É uma representação de são Miguel Arcanjo, de autoria desconhecida. Um brasileiro que tinha aproveitado a entrada grátis em todo primeiro domingo do mês (ontem), não chegou a apreciá-la inteira. Foi andando para trás para tirar foto de outra obra e acabou esbarrando em são Miguel Arcanjo. Ele espatifou no chão.

O diretor do museu preferiu atacar a falta de verbas governamentais do que execrar o coitado do brasileiro distraído. No início do ano, António Filipe Pimentel afirmou ter “certeza absoluta que um dia destes há uma calamidade no museu”. Aconteceu. O museu, com 82 salas, tinha apenas 20 vigilantes. O Ministério da Cultura de Portugal afirma que havia um segurança na sala onde ocorreu o acidente, informa a Folha de S. Paulo. Certeza é de que ele não fez nada para evitar o acidente.

Fonte: SURREALISTA